O segundo semestre de 2019 finaliza com aula aberta Valorizando a Mulher na História do Conhecimento.

Professora da UEM ministra aula aberta sobre a importância da mulher na ciência, na UFPR de Jandaia do Sul/PR.

A trajetória das mulheres na educação e na ciência, dos porões à academia, foi o tema abordado pela professora Rozenilda Luz Oliveira Matos, no encerramento da disciplina de História da Ciência e da Tecnologia cursada pelos(as) licenciados(as) da UFPR Jandaia do Sul.

Embora já tenha se tornado um hábito que a disciplina, ministrada pelo professor Marcelo Valério, convide e receba professores convidados para aprofundar diferentes temáticas, neste semestre, a aula foi aberta para a comunidade e contou com a participação de servidores técnicos, docentes e estudantes dos outros cursos do campus.

Nas duas edições da aula, que ocorreu no último dia 29 de novembro, a professora Rozenilda, da Universidade Estadual de Maringá (UEM) abusou do humor e da arte para ilustrar ricamente, com muitas evidências históricas e sugestões de leituras, o protagonismo feminino na história do conhecimento humano.

Para a acadêmica Lucilene dos Santos Sebastião, que estuda a representatividade feminina na Matemática, trata-se de “uma oportunidade para que a comunidade acadêmica amplie seus conhecimentos, supere preconceitos naturalizados pela sociedade patriarcal e valorize o papel das mulheres na construção e no refinamento da cultura humana”. Neste sentido, o professor Marcelo Valério sinaliza novas visitas da professora Rozenilda, em breve, para “seguirmos aprendendo sobre nós mesmos, ao conhecer a história das deusas, vestais, pitonisas, bruxas, programadoras e experimentadoras”.

Quem não pôde estar presente, tem a oportunidade de conhecer parte desse trabalho acessando a tese de doutorado da “professora Roze”, intitulada “O ensino da computação para as meninas: uma trajetória de silêncios e transgressões“.