PRODUÇÃO DE ÁLCOOL 70 DO CAMPUS JANDAIA DO SUL/UFPR SEGUE EM RITMO ACELERADO

O Campus Jandaia do Sul da UFPR continua a todo vapor sua produção de Álcool 70 INPM-glicerinado, produto que pode ser usado tanto para higienização das mãos como limpeza de superfícies em geral. Sua eficácia é a mesma que o Álcool 70 em gel que se encontra em farmácias e estabelecimentos comerciais.

O projeto teve início em 23 de março de 2020 e tem equipes trabalhando em três turnos, produzindo até o momento mais de 18.600L de Álcool 70 destinados a 44 municípios e atendendo mais de 74 instituições como hospitais, postos de saúde, asilos, associações comerciais, prefeituras, entre outras.

IDEALIZAÇÃO DO PROJETO

No agravamento da pandemia do COVID-19 no Brasil, entre a segunda e terceira semana de março de 2020, o Álcool 70 INPM, tanto no formato gel ou líquido, não se encontrava em quantidade suficiente nos mercados e fornecedores. Além disso, quando se encontrava, os preços eram abusivos. Mesmo nos fornecedores das prefeituras não havia quantidade suficiente para entrega, sendo muito difícil o acesso ao mesmo. A partir disso, o Prof. Dr. Eduardo Meurer, professor do Campus Jandaia do Sul – UFPR, teve a ideia de produzir Álcool 70 para auxiliar no suprimento das cidades do Vale do Ivaí e seu entorno. E deste o início até o dia de hoje, estamos trabalhando para auxiliar no suprimento de álcool 70, já sendo produzidos e distribuídos um pouco mais de 18.600 litros de Álcool 70 INPM-glicerinado.

PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO DAS ATIVIDADES

O projeto foi iniciado por meio de doações, porém devido ao alto custo dos insumos, optou-se por cobrar um valor monetário ao produto. Esta opção se deu pela compreensão de que as doações não eram suficientes para a suprir a necessidade de todas as instituições que procuravam o produto. Isto se mostrou verdade no dia 03 abril 2020, quando o custo da produção já tinha alcançado o valor das doações. Assim, foi possível estabelecer um projeto sustentável, onde quem poderia contribuir o faria, mas quem não poderia contribuir recebia o Álcool 70 INPM-glicerinado de forma gratuita.

Foram muitas instituições atendidas, como asilos e casas de acolhimento, que receberam o produto de forma gratuita. Além disso, este formato permitiu que fosse doado o Álcool a mais de 500 famílias carentes da Cidade de Jandaia do Sul em frascos de 500mL.

Uma outra forma de trabalho, além da arrecadação monetária pelo produto, é pela doação de insumos. Um exemplo é a produção de Álcool para a AAHC (Associação dos Amigos do Hospital de Clínicas) que conseguiu as doações de insumos e com isto foi possível fabricar mais de 5.000L de Álcool 70 INPM-glicerinado.

A organização do projeto é dividida em três linhas: as equipes que produzem o Álcool 70 INPM-glicerinado, a equipe que trata das questões administrativas do projeto e as equipes que trabalham com a distribuição do produto.

Além de vários servidores atuando diretamente na produção do Álcool, várias instituições estão junto com o Campus Jandaia do Sul no combate ao Coronavírus, como o Rotary Club de Jandaia do Sul, atuando na construção e manutenção do projeto; a empresa AgroBrasilChemical, que doou 250 kg de glicerina bi-desitalada, insumo básico para a produção do Álcool; a empresa Tecnotam Embalagens Industriais, que contribuiu com 96 bombonas de 22L; a empresa Tecnograf, auxiliando na impressão de rótulos a preço de custo; a empresa Prats, doando 3.000 embalagens de 1,7L; a Associação dos Amigos do Hospital das Clínicas (AAHC), parceira do projeto para aquisição de insumos e, em parceria com o projeto, doou em torno de 2000L para os hospitais da região da AMUVI (Associação dos Municípios do Vale do Ivaí) além de cidades como Mandaguari, Sarandi e Maringá; a Associação AMUVI, doando insumos para a fabricação de 500 galões de 5L.

CONTINUIDADE DAS ATIVIDADES

No momento tem sido feito um trabalho com a AMUVI (Associação dos Municípios do Vale do Ivaí) para a produção de mais de 5000L de Álcool 70-glicerinado para os municípios da AMUVI e para doações para instituições que necessitam, atendendo asilos, casas de acolhimento, polícia militar, corpo de bombeiros, delegacias de polícia, departamento de execuções penais, defesa civil entre outros.

Após isto, vamos trabalhar com a produção de Álcool 70 para a distribuição a 98 municípios do norte e noroeste paranaense. Este é o total de municípios que oficializaram o pedido pelo Álcool 70 que produzimos. Para isto contaremos ainda com recursos do governo federal destinados ao combate ao COVID-19. A nossa estratégia é auxiliar primeiro os hospitais, e a partir disso, gradualmente distribuir para outras instituições.

Entre as ações que UFPR propôs ao MEC para o combate ao COVID-19 o projeto de produção do Álcool 70 INPM-glicerinado do Campus Jandaia do Sul/UFPR foi contemplado com recursos para produzir até 80.000L de Álcool. Neste momento, a equipe se debruça na compra dos insumos e equipamentos para a produção dessa quantidade.,

Veja no mapa abaixo a evolução do projeto até o momento: