Hepatite A

A hepatite A é uma infecção do fígado causada pelo vírus da hepatite A, que é transmitido por meio de água ou alimentos contaminados. Isso significa que, em regiões onde o saneamento básico – ou mesmo a higiene pessoal – são mais precários, há mais contaminação por esse vírus.

Só existe um sorotipo de vírus da hepatite A, o que significa que, se o indivíduo já teve a infecção (ou já foi vacinado), ele está imune para o resto da vida.

 

Sintomas

Em crianças menores de 6 anos, a hepatite A raramente causa sintomas.

Já nos adultos os primeiros sintomas são: febre, perda de apetite, náuseas, vômitos, diarreia e dor muscular. Após alguns dias, novos sintomas surgem: icterícia (coloração amarelada na pele e na parte branca dos olhos), alteração na coloração das fezes (ficam brancas), alteração na coloração da urina (fica marrom ou preta).

A hepatite A costuma ser uma doença branda (especialmente em crianças), mas pode ser um pouco mais grave em idosos acima dos 65 anos de idade.

 

Diagnóstico

Além do exame clínico realizado pelo médico, o diagnóstico da hepatite A é feito com a ajuda de exames de sangue.

 

Como prevenir a hepatite A?

* Lavar as mãos com frequência, especialmente após uso do sanitário, após troca de fraldas, antes do preparo de alimentos…;                       

* Lavar com água tratada, clorada ou fervida, os alimentos crus;

* Cozinhar bem os alimentos antes do consumo (atenção especial para peixes, mariscos e frutos do mar);

* Lavar adequadamente utensílios usados na alimentação como pratos, copos, talheres e mamadeiras;

* Vacina: é a principal medida de prevenção contra a hepatite A.

 

Tratamento

Como já dito, a hepatite A, felizmente, não costuma ser uma doença muito agressiva. Os medicamentos usados em seu tratamento são os que tratam os sintomas do paciente (dor, febre, enjôo…). O próprio organismo combate o vírus e, uma vez infectado, o indivíduo está imune para o resto da vida.

 

Vacina

A vacina da hepatite A está presente no calendário nacional de vacinação, ou seja, está disponível gratuitamente no SUS (Sistema Único de Saúde). A criança recebe uma dose da vacina aos 15 meses de idade, ficando assim protegida contra esse vírus pelo resto da vida.

Obs: adultos em situações especiais, como os que apresentam doença crônica no fígado ou os que apresentam doença ou tomam medicação que provocam imunodepressão, devem receber a vacina também. Peça orientação ao seu médico se for este o seu caso.

 

(Veja mais em: Hepatites Virais, Hepatite B e Hepatite C)

 

Autoria: Tayná

Julho/2020

FonteMinistério da Saúde

Imagens disponíveis em:

http://sambigex.com/service/seguridad-alimentaria/

https://dicassobresaude.com/o-que-e-ictericia-e-como-trata-la-em-adultos-e-criancas/

https://www.cristofoli.com/biosseguranca/14-dicas-de-seguranca-para-as-suas-ferias/captura-de-tela-2014-01-09-as-1-05-12-pm/

https://br.freepik.com/fotos-gratis/homem-lavando-as-maos-com-cuidado-no-banheiro-close-up-prevencao-da-infeccao-e-propagacao-do-virus-da-gripe_7785520.htm#page=1&query=wash%20hands&position=12

http://www.brmaisnews.com.br/governo-zera-imposto-de-vacina-contra-hepatite-a