Semana do Meio Ambiente

O Campus Avançado Jandaia do Sul – UFPR, em parceria com a Cooperativa Agroindustrial Vale do Ivaí (Cooperval) e o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), organizou e sediou, no campus da UFPR, a edição local da Semana do Meio Ambiente, alinhada à Semana Nacional do Meio Ambiente, transcorrida de 03 a 07 de junho de 2019.

A Semana do Meio Ambiente, em Jandaia do Sul, teve uma extensa programação que incluiu oficinas de educação ambiental, produção de sabão, feira de troca de livros, jardim vertical, reciclagem e também ações educativas envolvendo estudantes do ensino fundamental da rede pública dos municípios de Jandaia do Sul, Bom Sucesso, Marumbi e Cambira, e o grupo da terceira idade da FlorArt Vida. Cerca de 150 crianças e adolescentes, e 20 mulheres foram recebidas pela UFPR e participaram de ações de educação ambiental, organizadas pelos estudantes dos cursos de Engenharia Agrícola, Engenharia de Alimentos, Licenciatura em Computação e Licenciatura em Ciências Exatas, e pelos estudantes dos projetos de extensão Solo na Escola, Por Dentro do Computador e Práticas Ambientais Sustentáveis.

Dentre as ações ambientais, as intervenções realizadas pelos estudantes do projeto Por Dentro do Computador apresentaram conceitos de tecnologia e computação relacionando-os com o ciclo de vida dos produtos eletrônicos e à logística reversa, temas estes que, segundo o coordenador do projeto, o professor Carlos Beleti, “devem ser lembrados no dia a dia de todos, visando melhores práticas econômicas, sociais e, principalmente, ambientais”.

Os estudantes dos cursos de Engenharia Agrícola, Engenharia de Alimentos e Engenharia de Produção também tiveram um notável protagonismo na concepção e execução das ações da Semana do Meio Ambiente. Os estudantes de Engenharia Agrícola visitaram escolas da rede pública em Jandaia do Sul para revitalizar, junto com seus colegas do ensino fundamental e médio, painéis de arte de rua com motivos ambientais. Também planejaram e executaram, nas escolas (Jandaia do Sul, Bom Sucesso e Marumbi), jardins verticais feitos com material reciclável.

A programação também incluiu a já tradicional Feira de Troca Solidária, na qual os estudantes de Engenharia de Produção recebem doações de livros, que são expostos no hall de entrada do Campus para serem trocados por agasalhos ou alimentos não perecíveis, ambos destinados a instituições de ação social em Jandaia do Sul. Este ano a feira arrecadou mais de 1.600 títulos, o que se converteu em uma significativa quantidade de alimentos e agasalhos.

A oficina produção de sabão a partir de óleo vegetal usado ficou a cargo da turma de Engenharia de Alimentos que ensinou a receita para o grupo da terceira idade da FlorArt e estudantes do ensino fundamental de Cambira. Além disso, foram produzidos aproximadamente 200 kg de sabão que serão integralmente doados às instituições filantrópicas do município.

Outro momento marcante desta edição da Semana do Meio Ambiente foi uma cerimônia de homenagem realizada pela organização do evento ao aniversário de cinco anos de implantação do Campus Jandaia do Sul da UFPR. A homenagem, realizada na manhã do dia 05 (Dia Mundial do Meio Ambiente) consistiu no plantio de cinco mudas de ipês no estacionamento do Campus. O professor Raimundo Tostes, coordenador geral do evento, destacou que a maioria das pessoas pobres do mundo mora no campo e que mais de 60% dessa população é de mulheres. “Nada mais justo que, simbolicamente, as mudas sejam plantadas pelas mulheres do campus, servidoras ou estudantes, e da comunidade”, pediu o professor. Assim, as quatro primeiras mudas foram plantadas por uma representante da comunidade do Vale do Ivaí, uma servidora técnica administrativa, uma servidora docente e duas estudantes. O momento mais emocionante da cerimônia ocorreu no plantio da última muda, feita pelo filho do professor José Padilha, Luís Henrique, de três anos de idade.  O professor Osvaldo Guedes, vice coordenador do evento, destacou que “a adoção de uma nova consciência ambiental é uma obrigação cidadã e um ato de carinho com as futuras gerações”, acrescentando que “não existe mudança de paradigma nos modelos de desenvolvimento sem mudança de paradigma na concepção ambiental individual”.

A Semana do Meio Ambiente, em Jandaia do Sul, ainda incluiu distribuição de mudas de árvores frutíferas e ações de educação ambiental na Feira do Produtor, a intervenção no restaurante universitário com relação ao desperdício de alimentos, a confecção e exposição de uma maquete de um aterro sanitário, a implantação de dispensários para pilhas e baterias usadas nos corredores dos prédios da UFPR, a reforma de um coletor para recicláveis no estacionamento do Campus e a instalação de um novo coletor de recicláveis no hall da biblioteca da universidade, além de inúmeras mensagens visuais de conscientização ambiental amplamente veiculadas nas redes sociais dos estudantes e do campus.

Ao todo, quatro disciplinas (Ciência, Tecnologia e Sociedade, Educação Ambiental, Gestão Ambiental e Introdução à Ciência do Solo) estiveram diretamente envolvidas em ações educativas. A estudante Sara Ferreira, do curso de Engenharia de Alimentos, declarou que “considera muito estimulante que na sua formação técnico-científica esteja incluída uma visão comprometida com a sustentabilidade”. O professor Marcelo Valério, docente dos cursos de licenciatura, afirmou que “agenda ambiental é um elemento formativo essencial para os estudantes e deve significar um conjunto de compromissos que incluem maior justiça social, melhor bem estar comunitário e a urgente preservação do planeta”.